Retábulo de Santa Ana, O Sagrado Coração e a Virgem de Carmen

Retábulo de Santa Ana, O Sagrado Coração e a Virgem de Carmen

Retábulos Sagrado Coração, A Imaculada, A Aurora, San Antón

Retábulos Sagrado Coração, A Imaculada, A Aurora, San Antón

Os Retables da Igreja de Santa Ana

Atualmente, os retábulos 10 são contados: o Altar Maior,A Virgem do Carmen, O Coração de Jesus, O Santo Cristo da Consuelo, A Imaculada Conceição, San Isidro Labrador, San Antón Abad, A Divina Aurora, O retábulo da Virgen de los Dolores e o deA Virgem do Pilar.
Contrapicado vista do Altarpiece*Da concessão da independência econômica da paróquia pelo Bispado em 1582, é acordado por decreto em 1594 para fazer a imagem do patrono, depois a construção dos altares, a torre, a conclusão do templo e os retábulos. É necessário diferenciar os altares dos retábulos, os primeiros foram feitos com alvenaria e colocados nos buracos destinados a eles. Mais tarde, a pedido dos Visitantes ou a suntuosidade do templo, foram substituídos por retábulos que foram depois dourados para embelezar o templo.
O primeiro Altar foi o Major, então em 1596, na Visita Paroquial realizada pelo Bispo de Calahorra Ilustrísimo Sr. Don Pedro Manso de Zúñiga (Riojano e confessor de Santa Teresa de Jesús). Os altares colaterais para a esquerda e para a direita foram dedicados ao Menino Jesus e ao João Batista, subsistindo até 1828. Em 1606, de acordo com o 1º Livro do folio 162 (de volta), foram organizadas as construções de vários altares: a do bebê Jesus, a da Santíssima Trindade, a de Nossa Senhora das Dores, de São Francisco e elas se tornaram construído, de acordo com os documentos escritos. De 1640 começaram a trabalhar na construção do retábulo principal e, alguns anos depois, na Conceição pura, embora já tivessem a estátua.

Os retábulos, inicialmente, foram dedicados, mas não todos, a reivindicações diferentes às que veneramos hoje. Todos pertencem aos séculos XVII e XVIII, exceto pelo retábulo da Virgen del Pilar que foi construído por uma casa de arte em Zaragoza no ano 1964 e que substituiu o mesmo nome do século 17, removido por deterioração devido a térmitas Isso o devastou. Eles incorporaram-lhe duas colunas salomónicas do retábulo da imaculada em detrimento deste último. No início do século, os devotos pagaram pelo atual, um substituiu o da Imaculada Conceição da s. XVII, esta operação foi realizada pelo pároco D. Juan Gabriel Villalba no ano 1917. Na restauração do templo nos anos 1962-64, o pároco D. Domingo, recuperou o antigo e ordenou que ele fosse restaurado e fosse colocado no seu lugar original. O outro retábulo foi o de San Antonio de Pádua que foi colocado em frente ao de San Antón Abad e à direita do Altar da Coroação que preside a Divina Aurora. Também foi removido com a restauração do templo. 


* Dados principais: Arquivo paroquial e revisões estilísticas tiradas da revista ECOS PARROQUIALES dirigida por Agustín Pando e publicada no ano mariano de 1954, na questão extraordinária que apareceu em maio por ocasião do primeiro centenário da proclamação do Dogma da Imaculada.

FOTOS

FOTOS

Diferentes dinâmicas experimentais coletadas em fotobooks.
e

&

Na seção de fotobooks, você também encontrará alguns livros de mumoristas.
BLOG

BLOG

Corpo e arte na era digital
e

&

Algumas infografías adquirem um personagem pictórico e se tornam fotopints.
VIAGENS E RELATÓRIOS

VIAGENS E RELATÓRIOS

Fotografias pessoais de diferentes viagens ao longo do tempo